Seja bem-vindo ao Núcleo Mandalla de Desenvolvimento Sustentável. Hoje é

Translator

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

MORINGA OLEÍFERA - Conhecida Como a Árvore da vida


Nome Científico
É uma planta da família Moringaceae e os cientistas a conhecem como Moringa oleifera, porque ela também produz muito óleo.

Nomes Populares

Em alguns lugares do nordeste é conhecida como Lírio-Branco e Quiabo de Quina, em inglês, é chamada de Drumstick (Baqueta) devido ao formato que lembra o Bastão de bater o tambor.

Características

É uma planta perene (que dura muitos anos, não acaba) que atinge cerca de 10 metros de altura. As flores são perfumadas, de cor branca ou bege, pintadas de amarelo na base. O fruto é uma espécie de vagem normal, que tem duas faces.
As sementes, sempre em grande número por fruto, têm quase 1 centímetro de diâmetro e, são aladas.

Origem
É uma árvore originária da Índia. Nasceu em uma região seca como a do sertão do Brasil, onde chove pouco e durante período curto do ano.
A Moringa oleifera esta entre as fontes vegetais mais ricas em vitaminas:
A Moringa oleifera e suas propriedades por serem ricas em nutrientes e suplemento vitamínico contém 46 antioxidantes, 90 nutrientes, contém quase todas as vitaminas e os micro e macro minerais necessário a função das células

A (betacaroteno)
B1 (tiamina)
B2 (riboflavina)
B3 (niacina)
B6 (piridoxina)
B7 (biotina)
C (ácido ascórbico)
D (colecalciferol)
E (tocoferol) e K.


Os seus fãs actuais, que redescobriram as suas virtudes e as suas múltiplas utilizações, chamam-na "árvore milagrosa". Em África, as folhas são utilizadas na farmacopeia e na alimentação e — mais recentemente — como complemento alimentar para as pessoas com sida. Na Índia, preferem-se as vagens. O óleo extraído das sementes foi utilizado em perfumaria no Egipto, há 3000 anos. Na Jamaica, há 200 anos que é utilizada na cozinha. As sementes, reduzidas a pó, têm propriedades

Na África, com milhões de pessoas com o vírus HIV e AIDS, tem sido uma arma no combate aos efeitos debilitadores dessa doença, por ser rica em proteínas, vitaminas e sais minerais, assim como é poderosa arma contra a desnutrição crônica em muitas regiões daquele continente.

Resultados positivos ocorreram no tratamento de prostatite, câncer da próstata, reumatismo, tumores, lupus eritematoso, artrites e outras doenças auto-imunes, hipertensão arterial, hepatite, mobilidade gastrintestinal, vírus Epstein-Barr, epilepsia, fadiga crônica, males causados pelo tratamento de câncer, tratamento pré-natal, de glaucoma, de má nutrição de adultos e crianças, de redução da obesidade, cura de irritação gastro-intestinal, de dermatoses, de bronquites e de inflamações de mucosas em lactentes. As raízes são laxativas. A planta produz efeito renovador das células epiteliais, dos órgãos sexuais e do cérebro.

Estudos demonstraram sua eficiência em dezenas de doenças: é anti-diarréica, anti-inflamatória, anti-microbiana, anti-espasmódica, anti-diabética, diurética, vermífuga (flores e sementes).
Existe citação do uso dessa planta com essa finalidade na bíblia, em Exodus 15:20-25. Ela é considerada um milagre da natureza, uma verdadeira farmácia natural.

Existem centenas de sites divulgando esta planta e seus produtos em todo o mundo. Existem institutos de pesquisas pesquisando esta planta e divulgando os resultados. Basta citar na pesquisa ^Moringa Oleífera^, que milhares de resultados aparecerão, em muitas linguas.

Em nosso site em CURIOSIDADES E INFORMAÇÕES - SITES RECOMENDADOS, existe uma lista de sites que poderão ser visitados, com uma gama enorme de informações sobre a planta.O apoio da ONU/UNICEF ocorre em campanhas para o seu plantio e uso. No Senegal foi instalada uma indústria para extração de produtos, com compromisso de compra das sementes, preço em dólar. A campanha resultou no plantio de oito milhões de arvores, em algumas semanas.

Esta planta é da India e plantada nas ruas decorativamente,mas foi descoberta qualidades medicinais sendo usada no Brasil,no nordeste, para purificar a água e como recuperador do sistema imunológico das crianças carentes.

A Moringa oleifera Lam. é uma espécie arbórea pertencente à família Moringaceae, adaptada às condições áridas e semi-áridas e de uso diversificado com especial destaque na ornamentação de parques e jardins, na alimentação animal, na complementação alimentar humana e na medicina. Uma vez que são poucas as informações sobre essa planta, o trabalho teve como objetivo avaliar o acúmulo de nutrientes nas raízes e parte aérea de mudas submetidas a diferentes soluções nutritivas com exclusão de macronutrientes. Os tratamentos consistiram de sete soluções nutritivas:

 1) solução completa (SC); 2) SC-N; 3) SC-P; 4) SC-K; 5) SC-Ca; 6) SC-Mg; 7) SC-S. O N e o K foram os macronutrientes mais acumulados nas mudas, seguidos pelo Ca, S, P e Mg. Os nutrientes omitidos da solução nutritiva apresentaram-se em teores mais baixos nos tecidos vegetais. A omissão de todos os elementos, com exceção do P, aumentou a concentração de P nas mudas. A omissão de Ca e de K da solução nutritiva favoreceu o aumento da concentração de Mg nas mudas. O aumento da concentração de Ca nas mudas foi favorecido com a omissão, na solução de tratamento, de K e de Mg. A omissão de N diminuiu, em todas as partes das plantas, a acumulação de K, Ca e Mg. As concentrações de P e N, em todas as partes das plantas, aumentaram e diminuíram, respectivamente, com a omissão de S na solução nutritiva.

A árvore Moringa é das plantas mais úteis e as de mais diversificada aplicação que existe.
As folhas frescas de Moringa contêm tanta proteína quanto um ovo, tanto cálcio quanto em 4 copos de leite, tanta vitamina C quanto 7 laranjas, tanto potássio quanto 3 bananas, 3 vezes mais ferro que nos espinafres e contêm 4 vezes mais vitamina A que nas cenouras

Nos continentes Asiático e Africano, a utilização como alimento é bastante antiga. Na América Central também há certa tradição. As receitas são inúmeras. Na Indonésia, por exemplo, consome-se o arroz com sopa ou molho de folhas de moringa. Em Timor, há um prato muito apreciado chamado “makansufa”, que significa refeição de flores. As flores de moringa são fritas em óleo de coco e imersas em leite de coco, para serem consumidas com milho ou arroz. Nas Filipinas, folhas novas são transformadas em purê para alimentar crianças. Na Etiópia, as folhas temperadas e cozidas são utilizadas em mistura com batatas e tomates. Os frutos podem ser consumidos em conservas. Em Bombaim, na Índia, há uma fábrica que exporta para países ocidentais enlatados de drumsticks. Em alguns países as folhas servem para alimentação animal. No Brasil, sabe-se há pouquíssimo tempo, que a moringa é comestível. A espécie está sendo vista como alternativa alimentar estratégica. Em algumas escolas de regiões carentes estão usando folhas da moringa na merenda escolar. Segundoelatos de professores, o rendimento dos alunos melhorou. No instituto de parmacultura da Bahia, em Salvador, tem-se usado a farinha das folhas secas para alimentar crianças em substituição à farinha de mandioca.

Todas as partes da moringa são usadas na medicina popular da ásia, áfrica e américa central, apesar de que ainda poucas das propriedades alardeadas foram comprovadas cientificamente. Sabe-se que as folhas e as sementes possuem propriedades antibacterianas, e que a vitamina a associada a outras vitaminas combate os radicais livres, moléculas derivadas do metabolismo, que prejudicam as células provocando o envelhecimento. Os usos mais citados da moringa são para as doenças da pele, sistema digestivo e doenças nas articulações.

O conteúdo de vitamina a nas folhas é de 23 mil ui (unidades internacionais) por 100 gramas de folhas maduras, o maior dentre os vegetais comestíveis. Só para se ter uma idéia da importância desse conteúdo, o brócolis possui 5 mil ui e a cenoura 3.700. as folhas da moringa são boa fonte de fósforo, cálcio, ferro e vitamina c contém também cerca de 27% de proteínas.

Moringa oleifera é uma hortaliça arbórea, nativa da Índia, de até 8 m de altura. É planta rústica, tolerante a solos pobres e de crescimento extremamente rápido.

Nenhuma outra planta comestível tem tanta vitamina A quanto a Moringa (sete vezes mais que a cenoura, por ex.). Quando as mudas atingirem 50 a 80 cm de altura, plante-as em local definitivo, com distância de 4 a 6 m entre elas. Ela não tolera sombra nem solo encharcado. Cuidado com as formigas!
Consumir as folhas novas, sem os talos, em sopas, sucos, omeletes, etc. Os frutos novos (vagens) também são consumidos. Ajude-nos a incluir a Moringa oleifera na merenda escolar.

Proteínas - 42% - 21%
Cálcio - 125% - 84%
Magnésio - 61% - 54%
Potássio - 41% - 22%
Ferro - 71% - 94%
Vitamina A - 272% - 143%
Vitamina C - 225% - 9%
 

Moringa OleíferaA Moringa Oleífera (Moringaceae), planta originária da Índia é considerada por botânicos e biólogos, um milagre da natureza. Uma esperança para o combate da fome no mundo. Rica em vitaminas e sais minerais, ela tem:

a) Sete vezes mais vitamina C que a laranja;
b) Quatro vezes mais cálcio que o leite;
c) Quatro vezes mais vitamina A que a cenoura;
d) Três vezes mais potássio que a banana;
e) Duas vezes mais proteína que o leite (cerca de 27% de proteína, equivalente à carne do boi);
e) Mais ferro que o espinafre;
f) Vitaminas presentes: A, B (tiamina, riboflavina, niacina), C, E, e beta caroteno.
g) Minerais presentes: Fósforo, Ferro, Selênio e Zinco.


INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES SOBRE USO


ALIMENTAÇÃO HUMANA - Por suas propriedades alimentícias, pode ser utilizada em tratamentos de desnutrição, pois é rica em proteína, vitaminas e sais minerais. Também pode ser utilizada no combate à obesidade e ao colesterol elevado, substituindo com nutrição equivalente, mas com muito mais vitaminas e sais minerais, a carne e vários outros alimentos que engordam ou que são ricos em gorduras saturadas.


COMO AUMENTAR O POTENCIAL DE FOLHAS E FLORES DA PLANTA
"Aos 6 anos, Andressa, antes desnutrida, fez uma última avaliação. Está com quase 20 quilos. Não precisa mais de acompanhamento. Vitória que a mãe atribui aos incríveis poderes da moringa.
Ela é forte, tem muita vitamina. Para dar resultado, temos que utilizá-la sempre. Ela era bem miudinha, cabia na palma da minha mão", lembra a dona de casa Carlequiane Dias.
Como as terras do Brasil são, em geral, muito férteis, a tendência da planta é crescer muito rapidamente e produzir um tronco alto. Para aumentar o potencial de folhas e flores, seja para alimentação humana, animal oui aumentar a produção de flores parra as abelhas, pode-se utilizar a seguinte estratégia:

  • Quando a planta atingir 80 cm, quebre o ponteiro, para ela soltar multipla brotação no tronco;
  • Deixe os novos brotos crescerem mais uns 40 cm e quebre as pontas de todos eles, como fez da primeira vez. O objetivo é multiplicar, novamente a brotação, para que a árvore forme uma copa mais ampla;
•Quando os novos brotos atingirem outros 40 cm, quebre as pontas destes tambem, com o mesmo objetivo. A partir daí poderá colher as folhas que nascerem e os brotos novos que surgirem. Eles serão repostos pela planta;

Este procedimento ajudará a planta a formar uma copa mais ampla. Posteriormente, poderão ser tomados alguns cuidados, como cortar as pontas mais altas quando crescerem, para a planta permanecer numa altura mais baixa e desenvolver galhos laterais, o que aumenta o potencial e produção de folhas e flores, que são os principais objetivos.

O pesquisador da Embrapa Pantanal, Frederico Olivieri Lisita, há três anos desenvolve pesquisas com forrageiras de alto teor de proteína para alimentação do gado em período de seca, e a Moringa tem se destacado entre as diversas espécies estudadas. Os motivos, são diversos: atinge o ponto de corte para forragem com apenas 6 meses, é de fácil cultivo e, por possuir hastes flexíveis, é de fácil manejo para o corte. Além disso, é uma planta resistente a pragas. Durante o plantio, não são utilizados insumos agrícolas industriais, reduzindo assim o custo de produção.

Atualmente não existem estudos publicados no Brasil da aplicação da Moringa na suplementação alimentar animal. O pesquisador da Embrapa Pantanal desenvolve os experimentos em uma propriedade rural, no assentamento Tamarineiro II - Sul, onde as Moringas são plantadas para avaliação dos resultados. Durante a pesquisa, estão sendo feitos testes de produção de matéria verde e seca, proteínas e fibras de espécies plantadas em diferentes espaçamentos. A previsão é de que os resultados sejam divulgados até o final de 2012.

O proprietário do sítio, José Luiz Rosenes Freitas, conhecido como Zezinho, utilizou a Moringa na última seca para alimentar o gado e aprovou: “a rés não perdeu peso e aceitou bem a forragem, produzida no meu lote entre os meses de novembro a fevereiro, época de maior produtividade da planta”.
Para o pequeno produtor, principalmente nos assentamentos, a forrageira é uma boa opção, já que possui baixo custo de produção e alto rendimento em alimentação de boa qualidade, com uma matéria seca de aproximadamente 22% de proteína. Na região de Corumbá, a Moringa é utilizada misturada com cana de açúcar, para preparação da forragem para o gado.
Enquanto as chuvas causam prejuízos e deixam vítimas em Minas Gerais, no Rio Grande do Sul e Santa Catarina é a seca que castiga a população. Quase todo início de ano no sul, as chuvas são insuficientes para as atividades rurais da região, incluindo a pecuária. O rebanho é muito afetado pela estiagem. As condições nutricionais do gado caem, as pastagens nativas e as cultivadas têm pouco desenvolvimento e baixa qualidade e a alimentação disponível aumenta os custos, reduzindo a rentabilidade da atividade.

Período ideal para o plantio

Todos os anos, entre os meses de maio a outubro, os moradores dos assentamentos da região de Corumbá sofrem com a seca e, muitas vezes, chegam a perdem o único bem que possuem: o gado, que morre por falta de alimento. Segundo Lisita, este período de chuvas é o ideal para o plantio da Moringa. Com o plantio antecipado, é possível produzir boa quantidade de forrageiras, suficiente para alimentar o gado em períodos de pouca pastagem. Um dos objetivo do trabalho, desenvolvido nos assentamentos, é conscientizar os moradores apresentando uma alternativa para minimizar os efeitos da seca na criação de gado, por meio da produção de forragem.


Fonte: mfrural.com.br

2 comentários:

  1. Vendemos sementes sementes de Moringa Oleífera para todo o Brasil
    Facebook Moringa Rodrigues contato; 85996689951

    ResponderExcluir
  2. Vendemos sementes sementes de Moringa Oleífera para todo o Brasil
    Facebook Moringa Rodrigues contato; 85996689951

    ResponderExcluir